Cidades consorciadas ao Cindesp terão recursos para recuperar ruas e avenidas em 2018.

18 cidades paulistas aprovam leis e se unem a “Consórcio de Asfalto”

Nesta semana, mais quatro municípios paulistas aprovaram por unanimidade Projeto de Lei e se uniram ao CINDESP.

O Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado de São Paulo (CINDESP), conhecido como “Consórcio de Asfalto”, avança e ganha a adesão de novos municípios. Nesta semana, mais quatro cidades aprovaram por unanimidade Projeto de Lei para se consorciarem: Mirassolândia, Cardoso, Riolândia e Meridiano.

Agora, 18 municípios integram o CINDESP: Mirassol, Uchoa, Ouroeste, Vitória Brasil, Irapuã, Monte Aprazível, Urupês, Bálsamo, Colômbia, Mira Estrela, Indiaporã, Vista Alegre, Pedranópolis e Bastos já integram o projeto. Apadrinhado pelo médico e deputado federal Dr. Sinval Malheiros (Podemos – SP), o “Consórcio de Asfalto” foi lançado no dia 10 de novembro do ano passado.

Além dos 18 consorciados, dezenas de outras cidades já demonstraram o interesse em se unir ao “Consórcio de Asfalto” e preparam projetos aos Legislativos Municipais que serão analisados e votados nas próximas semanas. O interesse crescente está relacionado às gestões do Dr. Sinval Malheiros junto aos Ministérios das Cidades e da Integração para alocar recursos no consórcio.

“Nosso objetivo é modernizar a gestão das cidades paulistas, por meio de parcerias para a consolidação de projetos de interesses comuns”, afirma o secretário-executivo do CINDESP, Maicow Braga. “Este modelo de consorciamento permitirá com que os municípios alcancem grandes resultados na melhoria de suas capacidades técnica, gerencial e financeira”, ressalta.

“A pavimentação asfáltica das vias urbanas é um dos grandes dramas vividos pelas cidades do interior de São Paulo, que sofrem principalmente com o alto custo da sua manutenção. Recape e pavimentação são obras importantes, pois além de mais conforto e segurança aos motoristas, o asfalto melhora a qualidade de vida e a saúde da população, que deixa de conviver com a poeira”, complementa.

Cadastrado junto ao Sistema de Convênios (Siconv), do Ministério do Planejamento, e também com CNPJ próprio, o Cindesp segue os passos vitoriosos do Cindepar, consórcio formado no Paraná e que saltou de cinco para 154 cidades consorciadas em apenas três anos de existência. O consórcio paranaense tem como “padrinho” o deputado federal Alex Canziani (PTB-PR).